Arquivo da categoria: Conversões

Steve Ray, o ex-batista convertido à Fé Católica (Journey Home – EWTN)

Como um batista veio para a fé católica? Como Nossa Senhora está nos detalhes do Antigo Testamento? Como sabemos o que sabemos sobre a Terra Santa? Nesse episódio do Journey Home (EWTN), Steve Ray, um ex-batista convertido à Fé Católica em 1994, dá detalhes de sua conversão, e fala sobre Nossa Senhora refletida na Terra Santa e no Antigo Testamento.

Anúncios

O ex-Testemunha de Jeová que se tornou católico – The Journey Home

Jeffrey Schwehm foi criado como luterano até que seus pais se tornaram Testemunhas de Jeová, quando ele tinha seis anos de idade. Ele se tornou muito ativo entre as Testemunhas de Jeová e até mesmo deixou sua casa para trabalhar em tempo integral como Betelita, na sede da Torre de Vigia, no Brooklyn, Nova York. Antes de sair de Betel, começou a ter dúvidas sobre o ensino das Testemunhas de Jeová. Ele começou a ler sobre a Patrística, e percebeu que a Igreja não se corrompeu após o Concílio de Niceia, já que as doutrinas ensinadas pós-concílio eram as mesmas ensinadas pelos sucessores dos apóstolos que viveram antes do concílio. Estudando as cartas de Inácio de Antioquia, descobriu que os primeiros cristãos criam que Jesus é Deus, e se referiam à Igreja utilizando o nome “Católica”. Depois de ler o “Diário de Santa Faustina”, sobre a Divina Misericórdia de Deus, Jeff e sua esposa foram recebidos na Igreja Católica em 2003.

Peter Kreeft conta como se tornou católico (Conversão de Peter Kreeft)

Peter John Kreeft (Paterson, Nova Jérsei, EUA, 16 de março de 1937) é um professor de Filosofia no Boston College e King’s College. É autor de vários livros de Filosofia cristã, teologia católica e apologética católica. Suas principais influências foram Sócrates, Santo Tomás de Aquino, G. K. Chesterton, C. S. Lewis e Blaise Pascal. É oriundo de uma família calvinista, mas converteu-se ao catolicismo romano e hoje é considerado um dos maiores escritores católicos dos Estados Unidos.

Famosa youtuber protestante se converte á fé católica (Conversão Lizzie Estella)

Lizzie Estella Reezay, do canal do youtube chamado “LizziesAnswers” que contém quase 200 mil inscritos, após estudar os textos dos Padres da Igreja sobre a presença real de Cristo na eucaristia e um livro do autor Stephen K. Ray, chamado “Upon This Rock: St. Peter and the Primacy of Rome in Scripture and the Early Church (Modern Apologetics Library)”, acabou abandonando o protestantismo e se convertando à fé verdadeira, a fé católica. Esperamos que alguma editora católica traduza esse livro e publique no Brasil. O vídeo que ela cita é esse daqui https://youtu.be/3yGo4ICiJxM.

Vídeo original: https://youtu.be/PscwvMDR-t0

A felicidade de uma família católica numerosa

Esse vídeo, traduzido do original “Learn About Catholicism – Have a Little Faith with Zach Anner”, disponível aqui: https://goo.gl/3B4C51) apesar de não ter sido produzido por católicos – pois o conteúdo do canal não é nada católico, por sinal – apresenta uma bela entrevista com uma católica, convertida do protestantismo e que tem um belíssimo testemunho de fidelidade à Igreja. Blythe tem 31 anos, já é mãe de cinco filhos e faz homeschooling.

Ao mesmo tempo que é engraçado, o vídeo também testemunha a felicidade de uma família católica que confia em Deus e se abre totalmente a vida. Note que o entrevistado não é católico e não conhece a fé, por isso algumas perguntas são bastante simples.

Tim Staples: Fui tentar refutar a Igreja Católica e acabei me convertendo

Enquanto alguns católicos se convertem ao protestantismo sem nunca terem estudado absolutamente nada da doutrina da Igreja, muitos protestantes se convertem à fé Católica através de longos anos de muito estudo.

Tim Staples é mais um famoso apologista norte-americano que se converteu à Igreja Católica. Como boa parte dos protestantes, ele conhecia apenas um espantalho da Igreja. Ao estudar a verdadeira doutrina católica, ele acabou se rendendo e abraçando a verdade. Nesse vídeo, cujo o original você pode ver aqui https://goo.gl/SQWf9L, ele conta resumidamente como aconteceu sua conversão.

 

Pedro é a rocha sobre a qual Jesus edificou sua Igreja?

Nesse vídeo traduzido do original “Is St. Peter the Rock on which Jesus built his Church?” disponível aqui: https://goo.gl/CJSZKw o o ex protestante Jimmy Akin nos da alguns argumentos sobre a correta interpretação de uma das passagens mais polêmicas da bíblia, encontrada em Mt 16, 18, onde Jesus diz para Pedro: “E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja.”

Jimmy Akin explica a fraqueza do argumento protestante de que a tradução no grego de “Pedro” e “rocha” possuem significados diferentes e que, por isso, Jesus estaria desprezando Pedro. Prosseguindo, mostra que não é necessário saber grego ou aramaico para entender essa passagem, mas que basta apenas o conhecimento a respeito de uma característica estrutural presente no texto em Mt 16, 18, que indica Pedro como a rocha.

“Uma das contendas que mais divide os Católicos dos Ortodoxos e dos evangélicos é a primazia do Bispo de Roma sobre todos os demais bispos do mundo. Em outras palavras, a questão da autoridade continua sendo hoje causa de divisão para os cristãos.

De fato, a experiência no trato com conversos ao catolicismo demonstra que, uma vez aceitada a autoridade de Roma, todas as demais divergências doutrinais são superadas com maior facilidade, como podem ser os sacramentos, Maria, os Santos, etc.” [1]

Você pode aprofundar mais esse assunto visitando os seguintes sites:

[1] http://www.veritatis.com.br/o-fundamento-biblico-da-primazia-de-pedro/

[2] http://www.ofielcatolico.com.br/2001/01/a-pedra-sobre-qual-se-fundamenta-igreja.html

[3] http://www.ofielcatolico.com.br/2002/03/analises-do-nome-de-s-pedro-apostolo-e.html

Igrejas feias fazem mal pra alma

Tradução do original: Brian Holdsworth – Make Church Architecture Great Again https://www.youtube.com/watch?v=FkCe-ndPRR8

Assim como acontece com a Verdade, a Beleza também não é relativa ao indivíduo. Existem coisas que são bonitas e coisas que são feias. Além disso, existem estudos e testemunhos de conversões que compravam a eficácia da arte sacra na evangelização. Isso pode ser comprovado aqui https://goo.gl/e9NQ77 e aqui https://goo.gl/mm64CU

“Em qualquer época entre 1750 e 1930, se você pedisse às pessoas cultas para descrever o objetivo da poesia, da arte ou da música, elas teriam respondido: a Beleza. E se você perguntasse pela razão disso, você aprenderia que a Beleza é um valor, tão importante quanto a Verdade e o Bem. Depois, no século XX, a beleza deixou de ser importante. A arte, cada vez mais, concentrou-se em perturbar e em quebrar tabus morais. Não era a beleza, mas a originalidade, conseguida por qualquer meio e a qualquer custo moral, que ganhava os prêmios. Não apenas a arte fez um culto à feiura; a arquitetura também se tornou desalmada e estéril. E não foi somente o nosso ambiente físico que se tornou feio. Nossa linguagem, nossa música e nossas maneiras estão cada vez mais rudes, egoístas e ofensivas; como se a beleza e o bom gosto não tivessem nenhum lugar real em nossas vidas.” [1]

Uma das maiores vítimas desse pensamento relativista foram as construções de igrejas. Nesse vídeo, Brian Holdsworth explica porque nós devemos voltar às nossas tradições católicas e abandonar o modernismo na arquitetura.

Fonte do texto:

[1] Por que a beleza importa? https://ipco.org.br/ipco/53582-2/#.WWVEtBXyuig

 

Foi o Corão que me converteu à Igreja Católica (Conversão/testemunho Mario Joseph)

Esse vídeo conta a história da conversão de Mario Joseph, ex muçulmano e agora católico. Existem vários pedaços dele espalhados pela internet, porém tudo indica que a tradução foi feita por protestantes. Eles excluíram tudo que Mario Joseph fala a respeito da Igreja Católica, da Santíssima Virgem Maria e da eucaristia.

“Para ter vida eterna, você precisa de Jesus, e não só isso, você precisa da Igreja Católica. Por isso, quando eu participo de Seu corpo e sangue, eu estou participando de Sua vida, tomando parte de Sua vida. É por isso que Jesus me chama de ‘irmão’, e Jesus e nós, ambos, chamamos Deus de ‘pai’. É uma união com Ele, na qual nós obtemos a vida eterna. Para receber isso sempre, você deve ser católico. Porque Jesus disse claramente: ‘Se você come o meu corpo e bebe o meu sangue, nunca morrerá e, mesmo se morrer, eu o ressuscitarei’ (cf. Jo, VI). Foi assim que eu decidi tornar-me cristão e, especialmente, católico.” [1]

“E eu sempre peço intercessão da Mãe Maria, e eu sei que ela está sempre me protegendo onde quer que eu esteja. Quando eu vou ao mundo muçulmano e quando estou viajando, eu sei que ela me protege demais. Como nosso Papa João Paulo II disse “Mãe Maria protege muito seus filhos”.

[1] https://padrepauloricardo.org/blog/ex-clerigo-muculmano-foi-o-corao-que-me-converteu-ao-cristianismo