Arquivo da tag: O mito da superpopulação

O mito da superpopulação

“Os controlistas nos venderam o controle de população como algo necessário e urgente… Têm-nos feito acreditar que somos muitos no mundo e que os países, especialmente os mais pobres, devem impor drásticas políticas de redução da taxa de natalidade, ou muito em breve, todos morreremos por falta de recursos ou porque, sendo muitos, poluiremos nossos planetas até torná-lo impossível de ser habitado.” [1]

Para não poucos católicos “venderam” a história de que somos muitos e de que a Igreja é “retrógrada” por opor-se ao controle da natalidade. Alguns, inclusive terminaram dizendo “sou católico… mas estou de acordo com o controle da natalidade”. [1]

Na encíclica Humanae Vitae, o Papa Paulo VI previu todas as graves consequências que poderiam surgir caso fosse estimulado o controle de natalidade:

“Considerem, antes de mais, o caminho amplo e fácil que tais métodos abririam à infidelidade conjugal e à degradação da moralidade (…) É ainda de recear que o homem, habituando-se ao uso das práticas anticoncepcionais, acabe por perder o respeito pela mulher e, sem se preocupar mais com o equilíbrio físico e psicológico dela, chegue a considerá-la como simples instrumento de prazer egoísta e não mais como a sua companheira, respeitada e amada. (…) Pense-se ainda seriamente na arma perigosa que se viria a pôr nas mãos de autoridades públicas, pouco preocupadas com exigências morais. [2]

“Realmente é necessário o controle de natalidade? Estamos ficando sem mantimentos? Estamos ficando sem espaço? As nações pobres são pobres porque têm muita gente? Nesse episódio do “Download” temos algumas respostas aos mitos da superpopulação. [1]

Fontes do texto:

[1] http://www.acidigital.com/vida/superpopulacao.htm
[2] http://w2.vatican.va/content/paul-vi/pt/encyclicals/documents/hf_p-vi_enc_25071968_humanae-vitae.html

Anúncios